Ferramentas de Utilizador

Ferramentas de Site


dev_geral:java:glossario

Tabela de Conteúdos

Glossário de Termos Java

Este documento pretende agregar de forma simples os termos associados à tecnologia Java, para que a sua consulta possa ser feita facilmente por qualquer utilizador.

Os termos foram obtidos do glossário oficial, no entanto alguns termos foram retirados, devido à sua natureza, nomeadamente ao facto de serem extremamente comuns e não serem usados apenas em Java ou terem aparecido com a tecnologia, como por exemplo, WWW:

A

abstract Uma palavra reservada de Java usada na definição de classes que não podem instanciadas mas sim herdadas por outras classes. Uma classe abstracta pode ter métodos abstractos que apenas são implementados nas sub-classes
Abstract Window Toolkit (AWT) Uma colecção de componentes de interface gráfica, que foram implementados usando versões nativas dos componentes. Estes componentes o conjunto de funcionalidades comuns a todas as plataformas nativas. Largamente suplantado pelo conjunto de componentes do projecto Swing. Ver também Swing.
ACID
API Application Programming Interface. Especificação de como um programador que escreve uma aplicação, deve aceder ao comportamento e estado de classes e objectos.
applet Um componente que é tipicamente executado num navegador de Internet, mas que pode ser executado numa variedade de outras aplicações e dispositivos que suportem o modelo de programação de applets.
argumento Um item especificado na chamada de um método. Um argumento pode ser um valor literal, uma variável ou uma expressão.
ASCII American Standard Code for Information Interchange. Um standard que faz corresponder a um código de 7-bit um caracteres. Ver também Unicode.
atómico Refere-se a uma operação que nunca é interrompida ou deixada num estado incompleto, seja em que circunstância for.
atributo Um membro de uma classe. Caso não seja indicado em contrário, um atributo não é estático.
atributo estático Atributo que pertence a uma classe, e não às instâncias da mesma. Os atributos estáticos representam dados associadas à classe, ou ao programa, e não a cada objecto individual. Quando são acedidos no contexto de um objecto, o seu valor é partilhado com os outros objectos da classe.
autenticação O processo pelo qual uma entidade prova a outra entidade que está a agir em prol de uma outra entidade.
autoboxing Conversão automática entre referências e tipos primitivos.
autorização Ver controlo de acesso.

B

bean Um componente de software reutilizável que cumpre determinadas convenções de desenho e nomenclatura. As convenções permitem que os beans sejam facilmente combináveis para criar uma aplicação, usando ferramentas que compreendem as convenções.
bit A unidade de informação mais pequena de um computador, com apenas dois valores possíveis, 0 ou 1.
bloco Em Java, qualquer código existente entre duas chavetas. Exemplo: { x = 1; }.
boolean Expressão ou variável que pode apenas conter o valor verdadeiro ou falso. A linguagem Java fornece o tipo boolean e os valores literais true e false.
break Palavra reservada de Java que permite retomar a execução de um programa na linha imediatamente a seguir à instrução corrente. Se seguida de uma etiqueta, o programa retoma a execução no fim da instrução etiquetada.
byte Uma sequência de 8 bits. Java oferece um tipo byte correspondente.
bytecode Código gerado pelo compilador de Java e executado pelo interpretador de Java. O código é independente da máquina.

C

classe abstracta Uma classe que contém, pelo menos, um método abstracto, e por isso nunca poderá ser instanciada. Classes abstractas são definidas para outras classes as possam estender e tornar concretas implementando os métodos abstractos
controlo de acesso Os métodos pelos quais são limitadas as interacções com os recursos a conjuntos de utilizadores ou progamas com o objectivo de garantir a integridade, confidencialidade e disponibilidade dos recursos.
classpath Variável de ambiente que indica à máquina virtual Java e a toda a tecnologia Java, onde se encontram as bibliotecas a usar, incluíndo bibliotecas definidas pelo utilizador.
codebase Elemento que, em conjunto com atributo "code" de uma Applet, permite indicar onde se encontra o método main de uma classe. Este elemento especifica um URL para a directoria onde se encontra o ficheiro a executar.
construtor Um pseudo-método que permite criar um objecto. Na linguagem de programação Java, os contrutores são métodos de instância com o mesmo nome que a sua classe. Os construtores são invocados usando a palavra reservada new*.
const Palavra reserva Java. No entanto esta palavra não é usada nas versões actuais da linguagem.
continue Palavra reservada Java, usada para retomar a execução de um programa no fim do ciclo actual. Se for seguido por uma etiqueta, retoma a execução onde essa etiqueta está definida.
CORBA Common Object Request Broker Architecture. Um modelo de objectos distribuídos, independente da linguagem especificado pelo Object Management Group (OMG).
classe de núcleo
credenciais A informação que descreve os atributos de segurança de uma entidade. As credenciais só podem ser adquiridas através de autenticação e delegação.

D

declaração Expressão que define um identificador e os atributos associados, sem ter, obrigatoriamente, de reservar espaço em memória (no caso de dados) ou fornecer uma implementação (no caso de métodos). Ver também definição.
default
definição Uma declaração que reserva espaço de armazenamento (no caso de dados) ou fornece uma implementação (no caso de métodos. Ver também declaração

E

Externalização Mecanismo semelhante à serialização, mas que permite especificar o algoritmo de conversão do objecto num formato adequado a streams.

F

G

H

I

J

K

L

lista de parâmetros reais Os argumentos indicados numa chamada a um método. Ver também lista formal de parâmetros.

M

método abstracto Um método sem implementação.
método estático Método que pertence a uma classe, e não às instâncias da mesma. Os métodos estáticos representam operações associadas à classe, ou ao programa, e não a cada objecto individual.

N

O

operador binário Um operador que aceita dois argumentos como operandos.
operador bit-a-bit Um operador que manipula os bits de um ou mais operandos individualmente e em paralelo. Exemplos incluem os operadores lógicos binários, &, |, ^), operadores binários de shift («, », »>) e o operador de complemento unitário (~). Também referido como operador bitwise

P

Q

R

Reader Objecto que permite ao programa ler texto (i.e. strings ou chars). Esta leitura pode ter origem no exterior do programa, ou numa estrutura de dados do interior a este.

S

Serialização Mecanismo próprio da linguagem que permite converter qualquer objecto num formato que possa ser guardado num ficheiro, enviado por rede ou por outro canal baseado em streams. Esta conversão é feita sempre que o objecto é enviado sem ser preciso escrever qualquer código extra.
Static Usado nas declarações de métodas e atributos para especificar que estes são estáticos.
Stream Objecto que permite realizar entradas e saidas de dados organizados em bytes.

T

U

UML (Universal Modeling Language) Linguagem que permite modelar sistemas de conceitos e as interações e papeis que cada um representa para os outros. É usada durante o planeamento orientado a objectos para planificar a organização do problema em classes.

V

Variável Um elemento que permite guardar dados identificado por um nome. Todas as variáveis possuem um tipo, como int ou Object e uma visibilidade. Ver também classe, intância e variável local.
Variável local Um elemento de dados conhecido dentro de um bloco de código mas inacessível fora desse bloco. Por exemplo, uma variável declarada dentro de um método não será conhecida fora desse método, nem sequer dentro da classe que define o método.
vector Um conjunto de itens de dados, todos do mesmo tipo, em que a posição de cada item é referenciada, de forma única, por um inteiro.
volatile Palavra reservada que pode ser usada na declaração de variáveis e que indica que a variável afectada é alvo de modificação assíncrona concorrente por parte de outras threads em execução
void Palavra reservada da linguagem, usada na declaração de método. Permite indicar que o método afectado não retorna qualquer valor.
v-table Tabela virtual que contém os endereços de memórias das funções de determinada classe java

W

Writer Objecto que permite ao programa escrever texto (i.e. strings ou chars).
while Palavra reservada usada para declarar um ciclo. A condição de saída do ciclo é indicada na parte da instrução while.
wrapper Objecto que permite encapsular outro objecto para alterar a interface ou comportamento deste último de alguma forma. Tipicamente os objectos wrappers mais conhecidos e usados são os que encapsulam tipos primitivos, como int, em instâncias de objectos. Neste caso o wrapper Integer permite criar um objecto do tipo Integer que contém um tipo primitivo int.

X

XML Extensible Markup Language. Uma linguagem de marcação que permite definir etiquetas que identificam dados e texto em documentos XML.
dev_geral/java/glossario.txt · Esta página foi modificada pela última vez em: 2014/09/02 12:39 (Edição externa)